quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Atos e Fatos Administrativos

Atos Administrativos é uma ação praticada pela administração que não provoca (podendo vir a provocar) alteração qualitativa e/ou quantitativa no patrimônio da entidade, portanto, a princípio, não interessa à contabilidade.

Como exemplos deste atos, temos: Admissão de empregados, assinaturas de contratos de seguros, o aval (garantia) dada em títulos, etc. etc.
Casos estes atos sejam registrados contabilmente, utilizaremos um tipo especial de contas que são denominadas CONTAS DE COMPENSAÇÃO, que são utilizadas aos pares e não alteram o Patrimonio.

Fatos Administrativos, que também são conhecidos como FATOS CONTABEIS, são acontecimentos verificados na empresa que provocam variações nos elementos patrimonais, podendo alterar ou não, a situação Líquida Patrimonial.

Os Fatos Contábeis, são classificados em: Permutativos ou Compensativos, Modificativos e Mistos.

Fatos Contabeis Permutativos ou Compensativos são os que acarretam uma troca (permuta) de valores dentro do Patrimônio Líquido (PL) mas não alteram a Situação Líquida.

Como exemplo temos:

a) - Investimento inicial, a integralização do capital em dinheiro no valor deR$ 400.000,00. se levantassemos um balanço na ocasião, teríamos a seguinte situação:

BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO
Caixa/bancos R$ 400.000,00

Total do Ativo R$ 400.000,00

PASSIVO
PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Capital Social R$ 400.000,00
Total do Passivo R$ 400.000,00

Fato contábil modificativo são os que provocam alterações no valor do Patrimônio Líquido (PL, sendo que esta modificação é refletida na Situação Líquida. Esta modificação citada acima, na situação Líquida Patrimonial, pode ser para mais ou para menos, por este motivo os Fatos Contabeis Modificativos podem ser Aumentativos ou Diminutivos.

São Fatos Conabeis Modificativos aumentativos: Recebimentos de juros, recebimento de alugueis, recebimento de comissões etc. etc.

São Fatos Contabeis Modificativos Diminutivos: Pagamento de imposto, pagamento de juros,pagamentos de comissões, etc. etc.

Fato contábil misto são os que combinam fatos permutativos com fatos modificativos, determinando variação qualitativa e quantitativa do patrimônio, ou VARIAÇÃO PATRIMONIAL MISTA. São aqueles que ao mesmo tempo permutam (trocam) e modificam valores dentro do Patrimonio e consequentemente alteram a Situação Líquida Patrimonial.
As alterações provocadas pelos Fatos Copntabeis Mistos, também podem ser para mais ou para menos, por este motivo, eles também são classificados em Aumentativos e Diminutivos.
São Fatos Contabeis Mistos Aumentativos: Pagamento de uma Duplicata com descontos, recebimentos de uma Duplicata com acréscimo de juros etc. etc.

São Fatos Contábeis Mistos Diminutivos: Recebimento de duplicatas com descontos, pagasmento de uma Duplicata com acréscimo de juros, etc. etc.

30 comentários:

  1. muito bom ,bem explicado me ajudou bastante .

    ResponderExcluir
  2. Acredito que o autor deste arquivo cometeu um terrível engano ao equivaler o termo fato administrativo com o termo fato comtábil, pois se tratam de situações distintas.
    Consulte http://pt.wikipedia.org/wiki/Fato_administrativo

    ResponderExcluir
  3. MUITO FRACO ESSE COMENTARIO

    ResponderExcluir
  4. Bem basico,mais muito bommm...
    me ajudou pra caramba.

    ResponderExcluir
  5. podia ser mais profundo com mais agurmentos e ideias diferentes
    mas pra um iniciante ta bom kkkk

    ResponderExcluir
  6. muito bom,mas poderia ter mais exemplos

    ResponderExcluir
  7. Posso estar enganado, mas o recebimentos em geral, relacionados a fatos geradores já incorridos e contabilizados, deveriam configurar um fato permutativo, dado que os valores JÁ ALTERARAM o PL. Exemplos: aluguéis, comissões de vendas e juros transcorridos. Nesses casos, a virada do mês, a emissão da NF e o passar do tempo seriam, respectivamente, os fatos geradores de natureza modificativa, não o recebimento em si. Se, nos recebimentos, ocorrerem descontos, teríamos, então, fatos mistos. Recebimento de juros é fato permutativo. Receita de juros é fato aumentativo. Despesa de juros é fato diminutivo. Pagamento de juros é fato permutativo. Pagamento de duplicata com desconto (ou juros) é fato misto. Por favor, quem discordar me procure: alves.denis@yahoo.com.br. Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Ajudou um pouco!!Valeu..

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o artigo. Gostaria de fazer uma pergunta: como contabilizar prejuízos decorrentes de fenômenos provocados pela natureza, a exemplo dessa explosão que aconteceu em uma lanchonete no Rio de Janeiro?
    Agradecido...

    ResponderExcluir
  10. Muito Bom...
    Linguagem Fácil de ser compreendida, informação rápida e objetiva.
    Sou estudante de Ciências Contábeis e acho que textos assim é o suficiente para ter uma nocão do assunto.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  11. Gostei mto bom, claro, simples, suscinto e correto!

    ResponderExcluir
  12. adorei muitoo boom,simples e rápidoo e melhor praticoo!

    ResponderExcluir
  13. Muito bom,bem explicado msm!!

    ResponderExcluir
  14. vo copia e cola pra entregar pro professor bora ve no que vai dar fuii

    ResponderExcluir
  15. Parabens muito bom para quem esta começando, muito bom tambem sao os comentarios rsrsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  16. é mano fatos contábeis, alteram o quantitativo, administrativos não, se liguem.

    David Cardozo

    ResponderExcluir
  17. Muito bom vocês estão de parabéns.


    muito obrigado

    ResponderExcluir
  18. espero que me ajude na prova porque qualquer coisa que ele colocasse aí eu iria acreditar já que nao sei nada de contabilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk.... muito boa sua resposta. Foi a melhor!

      Excluir
  19. Me ajudou bastante, melhor qe minha professora.

    ResponderExcluir
  20. Ajudou muito, obg pela explicação.

    ResponderExcluir
  21. prova final na faculdade,me ajudou muito

    ResponderExcluir
  22. GOSTEI MUITO!!!! AGORA CONSIGO RESPONDER MINHA ATIVIDADE, BEM ESCLARECEDOR E PRÁTICO! PARABÉNS E CONTINUE AJUDANDO A QUEM PRECISA..ATT

    ResponderExcluir
  23. Quando se fala de balanço patrimonial, como agir em relação a salários a pagar? Para o total do passivo e do ativo serem iguais? Se eu tiro do Caixa(ativo) e pago o funcionário, o que vai ser retirado do passivo para igualar o passivo ao ativo? Espero que tenha entendido minha pergunta, e melhor ainda, espero que alguém responda.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Otimo, vai me ajudar muito.

    ResponderExcluir
  26. Boa noite Anônimo29 de abril de 2014 15:08

    Veja bem, mensalmente devemos fazer uma provisão da folha de pagamento em cumprimento ao Princípio da Competência, debitando a despesas e creditado salários a pagar.
    Na ocasião do efetivo pagamento aos empregados, debita-se salários a pagar e credita-se caixa ou bancos, dessa forma se mantém o equilíbrio do Patrimônio.

    ResponderExcluir